Casa Cordis: Rua Marquês de Paranaguá, 351 - Belo Horizonte - MG
03125556455
contato@focalizacao.org

Formação em Focalização – Intenção

A Focalização é um processo terapêutico desenvolvido pelo filósofo e terapeuta Eugene Gendlin. Pode ser interpretada como um tipo de Aconselhamento Psicológico (neste foco, pode ser exercida por qualquer pessoa que possua a formação específica), como também pode contribuir para processos de psicoterapia (realizada exclusivamente por psicólogos e psiquiatras) na modalidade FOT ( Focusing Orienteded Therapy) .

Focalização é um caminho de escuta da própria experiência que inside no corpo. É uma maneira de se conectar com sua inteligência corporal através de sinais enviados por ela.

Gendlin desenvolveu uma maneira de medir até que ponto um indivíduo se refere a dimensão sentida corporalmente de suas experiências; e ele descobriu em uma série de estudos que os clientes de terapia que têm resultados positivos fazem muito mais esse processo.

Ele então desenvolveu uma maneira de ensinar as pessoas a se referirem ao sentido percebido, para que os clientes pudessem se sair melhor em terapia. Este treinamento é chamado de Focalização ou Focusing.

 Pesquisas adicionais mostraram que a Focalização pode ser usada fora da terapia para abordar uma variedade de questões. 

Aprofundando na história da Focalização e em sua prática


A partir de 1953 o Prof. Dr. Eugene Gendlin atuou na Universidade de Chicago onde pesquisou por 15 anos o que tornava a psicoterapia bem ou malsucedida. A conclusão foi que não é a técnica do terapeuta que determina o sucesso da psicoterapia, mas sim a maneira como o paciente se comporta e o que o paciente faz dentro de si durante as sessões de terapia.

Gendlin descobriu que em 100% dos casos, os pacientes bem-sucedidos se concentravam “intuitivamente” em suas experiências corporais, em uma consciência corporal interna muito “sutil e vaga” denominada “Felt-Sense” ou “Sentido Sentido” (tradução) que contém informações que, se integradas, possuem a chave para a resolução de problemas que o paciente está experimentando.

Para Gendlin o Senso Sentido (ou Felt Sense) é um conhecimento interno ou consciência que não foi conscientemente pensada ou verbalizada – como aquele “algo” é experimentado no corpo. Não é o mesmo que uma emoção. Esse sentimento corporal “algo” pode ser uma percepção de uma situação ou uma velha mágoa, talvez uma ideia ou insight. Crucial para o conceito, como definido por Gendlin, é que não é claro e vago, e é sempre mais do que qualquer tentativa de expressá-lo verbalmente.

De acordo com Gendlin, o processo de Focalização colabora para dar acesso e maior tangibilidade às sabedoras contidas nas experiências corporais. Para ajudar a sentir a forma do sentido e identificar com precisão o seu significado, o focalizador experimenta palavras que possam expressá-lo.

Gendlin observou clientes, escritores e pessoas na vida cotidiana voltando sua atenção para esse conhecimento ainda não articulado. Como uma experiência sentida formada, haveria longas pausas junto com sons como “uh ….” Uma vez que a pessoa tivesse identificado com precisão este senso sentido em palavras, novas palavras viriam e, por sua vez, novos insights sobre a situação. Haveria uma sensação de movimento sentido – uma “mudança sentida” – e a pessoa começaria a ser capaz de se mover além do local “preso”, tendo novos insights, e também, às vezes, indicações de medidas a serem tomadas.

Focalização é um caminho de escuta da própria experiência que inside no corpo. É uma maneira de se conectar com sua inteligência corporal através de sinais enviados por ela.

Gendlin desenvolveu uma maneira de medir até que ponto um indivíduo se refere a dimensão sentida corporalmente de suas experiências; e ele descobriu em uma série de estudos que os clientes de terapia que têm resultados positivos fazem muito mais esse processo.

Ele então desenvolveu uma maneira de ensinar as pessoas a se referirem ao sentido percebido, para que os clientes pudessem se sair melhor em terapia. Este treinamento é chamado de Focalização ou Focusing.

 Pesquisas adicionais mostraram que a Focalização pode ser usada fora da terapia para abordar uma variedade de questões. 

Corpo Docente da Focalização Brasil:


– Clique nos nomes para maiores detalhes –

Prof. Guilherme Wykrota Tostes (B. Hte)

Focusing Trainer (2009-2012), Focusing Coordinator (Cit) pelo The International Focusing Institute

Prof. Walter de Andrade Parreira (B. Hte)

Proficiency as Focusing Partner pelo The International Focusing Institute

Prof. Dr. João Carlos Messias (Campinas)

Focusing Trainer pelo The International Focusing Institute

Prof. Dr. José Paulo Giovanetti (B. Hte)

Focusing Trainer pelo The International Focusing Institute (Não titulado)

Prof. Dr. Sergio Lara Sisternas (Chile)

Focusing Coordinator pelo The International Focusing Institute


WhatsApp Converse conosco por Whatsapp