Casa Cordis: Rua Marquês de Paranaguá, 351 - Belo Horizonte - MG
03125556455
contato@focalizacao.org

Formação em Focalização – Intenção

A Focalização é um processo terapêutico desenvolvido pelo filósofo e terapeuta Eugene Gendlin. Pode ser interpretada como um tipo de Aconselhamento Psicológico (neste foco, pode ser exercida por qualquer pessoa que possua a formação específica), como também pode contribuir para processos de psicoterapia (realizada exclusivamente por psicólogos e psiquiatras) na modalidade FOT ( Focusing Orienteded Therapy) .

Focalização é um caminho de escuta da própria experiência que inside no corpo. É uma maneira de se conectar com sua inteligência corporal através de sinais enviados por ela.

Gendlin desenvolveu uma maneira de medir até que ponto um indivíduo se refere a dimensão sentida corporalmente de suas experiências; e ele descobriu em uma série de estudos que os clientes de terapia que têm resultados positivos fazem muito mais esse processo.

Ele então desenvolveu uma maneira de ensinar as pessoas a se referirem ao sentido percebido, para que os clientes pudessem se sair melhor em terapia. Este treinamento é chamado de Focalização ou Focusing.

 Pesquisas adicionais mostraram que a Focalização pode ser usada fora da terapia para abordar uma variedade de questões. 

Aprofundando na história da Focalização e em sua prática

A partir de 1953 o Prof. Dr. Eugene Gendlin atuou na Universidade de Chicago onde pesquisou por 15 anos o que tornava a psicoterapia bem ou malsucedida. A conclusão foi que não é a técnica do terapeuta que determina o sucesso da psicoterapia, mas sim a maneira como o paciente se comporta e o que o paciente faz dentro de si durante as sessões de terapia.

Gendlin descobriu que em 100% dos casos, os pacientes bem-sucedidos se concentravam “intuitivamente” em suas experiências corporais, em uma consciência corporal interna muito “sutil e vaga” denominada “Felt-Sense” ou “Sentido Sentido” (tradução) que contém informações que, se integradas, possuem a chave para a resolução de problemas que o paciente está experimentando.

Para Gendlin o Senso Sentido (ou Felt Sense) é um conhecimento interno ou consciência que não foi conscientemente pensada ou verbalizada – como aquele “algo” é experimentado no corpo. Não é o mesmo que uma emoção. Esse sentimento corporal “algo” pode ser uma percepção de uma situação ou uma velha mágoa, talvez uma ideia ou insight. Crucial para o conceito, como definido por Gendlin, é que não é claro e vago, e é sempre mais do que qualquer tentativa de expressá-lo verbalmente.

De acordo com Gendlin, o processo de Focalização colabora para dar acesso e maior tangibilidade às sabedoras contidas nas experiências corporais. Para ajudar a sentir a forma do sentido e identificar com precisão o seu significado, o focalizador experimenta palavras que possam expressá-lo.

Gendlin observou clientes, escritores e pessoas na vida cotidiana voltando sua atenção para esse conhecimento ainda não articulado. Como uma experiência sentida formada, haveria longas pausas junto com sons como “uh ….” Uma vez que a pessoa tivesse identificado com precisão este senso sentido em palavras, novas palavras viriam e, por sua vez, novos insights sobre a situação. Haveria uma sensação de movimento sentido – uma “mudança sentida” – e a pessoa começaria a ser capaz de se mover além do local “preso”, tendo novos insights, e também, às vezes, indicações de medidas a serem tomadas.

Focalização é um caminho de escuta da própria experiência que inside no corpo. É uma maneira de se conectar com sua inteligência corporal através de sinais enviados por ela.

Gendlin desenvolveu uma maneira de medir até que ponto um indivíduo se refere a dimensão sentida corporalmente de suas experiências; e ele descobriu em uma série de estudos que os clientes de terapia que têm resultados positivos fazem muito mais esse processo.

Ele então desenvolveu uma maneira de ensinar as pessoas a se referirem ao sentido percebido, para que os clientes pudessem se sair melhor em terapia. Este treinamento é chamado de Focalização ou Focusing.

 Pesquisas adicionais mostraram que a Focalização pode ser usada fora da terapia para abordar uma variedade de questões. 



Facilitadores da Focalização Brasil:

(clique nos nomes para maiores detalhes)

Prof. Guilherme Wykrota Tostes (BELO HORIZONTE – MG)

Coordinator (CIT – in training) pelo The International Focusing Institute – Focusing Trainer (2012)



Prof. Walter Andrade Parreira (BELO HORIZONTE – MG)

Proficiency as Focusing Partner (PFP) pelo The International Focusing Institute



Prof. Dr. João Carlos Messias (CAMPINAS – SP)

Focusing Trainer pelo The International Focusing Institute



Prof. Dr. José Paulo Giovanetti (BELO HORIZONTE – MG)

Focusing Trainer pelo The International Focusing Institute (Não titulado)



WhatsApp Converse conosco por Whatsapp